• out
  • 21
  • 2012
Operatividade do Tarô

Jean Claude Flornoy chama de Operatividade do tarô, o processo despertado ao olharmos para as cartas e elas nos remeterem a eventos, sentimentos ou traumas que já vivemos. A mim lembra-me um psicodrama ativado pela visualização das cartas. Neste pequeno ensaio ele dá mais detalhes.

  • out
  • 21
  • 2012
Galeria: Tarot Jacques Viéville - c. 1650

Galeria com as imagens dos trunfos do estranho Tarot de Jacques Viéville, realizado em Paris (França) em cerca de 1650.

Veja a edição restaurada desse baralho aqui.

  • out
  • 21
  • 2012
Galeria: Tarot Pierre Madenié - 1709

Galeria com as imagens dos trunfos do Tarot de Pierre Madenié, realizado em Dijon (França) em 1709.

Este baralho foi republicado em 2012, por Yves Reynaud e Wilfried Houdouin, e lançado com o cuidado de manter o maior número possível das condições originais do baralho. No site que eles mantêm Tarot de Marseille Heritage é possível verificar outros baralhos da tradição marselhesa passíveis de no futuro serem publicados.

A edição fac-símile desse baralho está à venda aqui.

  • out
  • 20
  • 2012
O Poder do Tarô

Trecho de entrevista dada pelo israelense Yoav Ben-Dov a Enrique Enriquez:

“O poder do Tarô está em suas imagens. É um trabalho de arte vivo que envolve diversos séculos, e passou por diversas transformações através de incontáveis mãos e olhos. O resultado é uma combinação de imagens que possuem um poder muito misterioso sobre as pessoas – você olha para elas e elas trazem à sua mente conteúdos que podem mudar sua vida.

Patrocinado