• Feb
  • 24
  • 2013
As cartas - de Pablo - não mentem.

Vêm da Argentina as duas titânicas empreitadas que enriquecem o mundo do Tarô clássico. A primeira parte do texto aborda uma restauração do Tarô de Jean Dodal. A segunda parte trata-se de um novo Tarô de Marselha (TdM II), completamente concebido por Pablo Robledo. Onde, sua experiência acumulada permitiu-o a elaboração de um baralho inteiramente novo, mas respeitando o padrão reconhecido como tradicional. Para redigir estes textos fiz uma compilação do que Robledo escreveu em fóruns sobre tarô e no seu antigo blog. Os detalhes vieram através de uma mini-entrevista que fiz com ele, onde demonstrou ser um cara amável e muito acessível. Bom, vamos a eles!

Patrocinado