Produtos da Loja

Tarô de Marselha – Jean Noblet

Tarot de Marseille – Jean Noblet

Tarô de Marselha – Jean Noblet

Este tarô é o mais antigo baralho da tradição conhecida como “de Marseille”.  Também recomendado por tarólogos conhecidos como uma peça carregada da tradição esotérica medieval. A originalidade deste elegantíssimo tarô reside na sua idade e no seu peculiar tamanho. É o mais antigo dos tarôs conhecidos como da tradição “de Marselha”.

Noblet vem de um tempo onde a tradição era ainda transmitida do mestre gravador ao seu aprendiz. Ele está mais próximo à fonte do que todos os que aparecem depois. Através deste jogo descobrimos as cores simbólicas.

Os princípios que guiaram esta restauração são os da tradição: fidelidade ao traço original e restituição da riqueza das cores, que ou degradaram-se com o tempo ou foram reduzidas por economia dos sucessivos editores. Então, você tem diante de seus olhos um tarô de referência. Numa realização tão próxima do que ele foi. Que a arte dos grandes mestres do passado inspire suas meditações.

O tarô de Jean Noblet, o mais antigo e próximo da fonte, é um instrumento que nos transporta à toda pureza da tradição. Foi o que permaneceu para que ouçamos o que estas imagens têm para dizer, e para empregar o que comunicam às nossas vidas hoje. Vamos jogar!

Autor: Jean Noblet
Restauração: Jean-Claude Flornoy
Editora: Le Tarot
Origem: França
Formato: 6 X 9,5 cm

Descrição
Contém 78 cartas. Com folheto traduzido para o português.

Frete
Grátis

Opções de compra
Se preferir pode adquirir este produto através do Mercado Livre: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-563366128-tar-de-marseille-jean-noblet-tar-autntico-tradicional-_JM

Produto em estoque

Preço: BRL88,00

Loading Atualizando carrinho…

Tarô de Marselha – Jean Dodal

Tarot de Marseille – Jean Dodal

Tarô de Marselha – Jean Dodal

O Tarô de Jean Dodal foi publicado em Lyon em meados de 1701.  Jean-Claude Flornoy restaurou este tradicional baralho através dos 2 exemplares que restaram, sendo que um está na Biblioteca Nacional da França. e outra no British Museum de Londres na Inglatera.  É uma fiel e meticulosa reprodução. Utilizado e reconhecido por tarólogos como Enrique Enriquez e J. M. David como portador do conhecimento tradicional.

O provável gravador destas cartas foi Jacques Mermé que certamente aprendeu sua arte com um excelente profissional. Foi instruído nas histórias e tradições que ainda se transmitiam naqueles tempos. Jacques Mermé teve a chance de formar-se na filosofia do sentido interior do tarô. É a referência básica para a iconografia básica conhecida como de “Marseille”. Este tarô é a expressão iconográfica da filosofia e da espiritualidade dos Compagnons. Muitos detalhes nestas imagens são curiosos, são mensagens de um mestre.

Este é um baralho para quem procura um tarô inalterado pelo tempo e tendências.

Autor: Jean Dodal
Restauração: Jean-Claude Flornoy
Editora: Le Tarot
Origem: França
Formato: 7,3 X 13 cm

Descrição
Contém 78 cartas. Com folheto traduzido para o português.

Frete
Grátis

Opções de compra
Se preferir pode adquirir este produto através do Mercado Livre:
http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-593923848-tar-de-marseille-jean-dodal-tar-autntico-tradicional-_JM

Produto em estoque

Preço: BRL98,00

Loading Atualizando carrinho…

Tarô de Marselha de Pierre Madenié, Dijon 1709

The Tarot of Marseilles of Pierre Madenié, Dijon 1709

Edição limitada a 3000 cópias

Este é o mais antigo Tarot de Marselha referenciado na categoria de tipo II, considerado em todo o mundo como o modelo padrão. É tido como referência devido à sua regularidade, a qualidade de sua gravação, e a muito boa preservação de suas cores, este baralho é também um das mais belos. A cópia apresentada aqui está preservada no Museu Nacional Suíço de Zurique, e é a única cópia conhecida completa deste baralho.

Edição limitada de uma das mais antigas e mais belas cópias conhecidas de um Tarô “de Marseille”, realizado em Dijon em 1709 por Pierre Madenié, Mestre impressor de cartas desta cidade, na época reconhecido pela qualidade dos seus Tarots. Este é um fac-símile fiel ao original preservada no Museu Nacional Suíço de Zurique, envolvido na reprodução da folha original de embalagem, e protegido em uma caixa telescópica. Este Tarot além do mais antigo exemplar de sua categoria, é também considerado como modelo de referência em todo o mundo. Este é um fac-símile totalmente fiel ao original, realizado em Marseille por Yves Reynaud, pesquisador, e por Wilfried Houdouin, designer gráfico.

As cópias originais foram totalmente respeitadas. Assim, o tamanho das cartas, o seu aspecto acetinado, sua espessura, os seus cantos quadrados, o tom das cores e o mesmo dorso das cartas  foram reproduzidas, como antes, e na escala original. Também se preservou os defeitos ligados à técnica do período, tais como a densidade variável do preto, as manchas de cores e as faixas “fantasmas”, resultantes de impressões de teste realizadas na parte de trás do papel. A preservação de todos esses detalhes, que fazem parte do charme dos baralhos antigos, restaura ao máximo possível a cópia original, e por isso respeita o trabalho original.

Autor: Pierre Madenié
Editado: Yves Reynaud & Wilfried Houdouin
Origem: França
Formato: 6,5 X 12,1 cm

Descrição
Contém 78 cartas.

Frete
Grátis

Opções de compra
Se preferir pode adquirir este produto através do Mercado Livre:
http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-542107485-tar-de-marselha-de-pierre-madenie-dijon-1709-_JM

Produto em estoque

Preço: BRL129,00

Loading Atualizando carrinho…

Tarô de Jacques Viéville

O Tarô de Jacques Viéville

(Paris c. 1650)

Jacques Viéville foi um ativo impressor de cartas parisiense entre 1643-1664, acredita-se que este baralho tenha sido publicado em cerca de 1650. Estão apresentados os 22 trunfos de Viéville como eles aparecem na única cópia conhecida, conservado na Biblioteca Nacional da França. Uma parte das cartas são uma reminiscência da tradição conhecida como de “Marselha”, enquanto que outras cartas correspondem a uma iconografia observada em tarots do século 18 de Ruão (ou Rouen – cidade do nordeste da França) e de Bruxelas (ou Brussels – capital da Bélgica). Desta forma, o tarô de Viéville talvez represente uma confluência de duas tradições: a de Marselha; e outra herdada diretamente a partir da tradição popular do norte da Itália.

Parece provável que a maior parte do baralho de Viéville foi gravada utilizando uma folha impressa “o positivo” como um guia e não através da prática habitual de uma cópia vinda “do negativo”, ou seja, da tábua de gravação. Portanto, a imagem pareceria “invertida” quando impressa. Esta análise é contestada por alguns, mas uma resposta definitiva é improvável que conheçamos. Aqui apresentamos uma versão adaptada (marcada sutilmente no canto inferior esquerdo), em que os trunfos de Viéville, na sua maioria, foram revertidos para fornecer o “espelho” da imagem. A ordem do padrão de “Marselha” foi mantido. Estas manipulações podem ser criticadas como frívolas ou arbitrárias, mas esperamos enriquecer (ou pelo menos não prejudicar) as perguntas que cercam este tarot tão enigmático e fascinante.

Para os puristas atuais é outra história. Essa edição dos Arcanos Maiores de Viéville apresenta-os como eles aparecem no baralho original e inclui uma opção revertida, seguindo a orientação do cânon dos tarôs ditos “de Marselha” (totalizando 44 cartas). Será o melhor de dois mundos?

Autor: Jacques Viéville
Restauração: Roxanne Flornoy
Editora: Le Tarot
Origem: França
Formato: 7,2 X 13,1 cm

Descrição
Contém 44 cartas +2.

Frete
Grátis

Opções de compra
Se preferir pode adquirir este produto através do Mercado Livre:
http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-598816948-o-tar-de-jacques-vieville-paris-c-1650-_JM

Produto em estoque

Preço: BRL88,00

Loading Atualizando carrinho…

Os comentários estão fechados.

Patrocinado